sábado, 29 de setembro de 2012

Jovens Cristãos levam o Amor de Jesus a Parada Gay em Goiânia – ASSISTA





Com um cartaz em mãos dizendo “Me dê um abraço Jesus te ama” jovens evangélicos denominados “Loucos por Jesus” estiveram evangelizando na Parada gay em Goiânia. Com esta iniciativa nos ensina que para evangelizar as vezes nem precisa falar, mas apenas um gesto demonstra o Amor que Jesus tem por todos nós.

Imaginem estar em lugar totalmente fora do seu contexto de vida para pregar o evangelho? Conhecidos pela forma irreverente de levar a Palavra de Deus, os Loucos por Jesus resolveram fazer uma ação de evangelismo na Parada Gay em Goiânia realizada no dia nove de setembro. Com um cartaz escrito “Me dê um abraço Jesus te ama” eles foram pela primeira vez ao evento e ali receberam vários abraços e puderam com um simples gesto expressar o amor de Deus.

Em apenas uma semana o vídeo dos Loucos por Jesus na Parada Gay foi assistido mais de 80 mil vezes no Youtube e caminha para marca de 100 mil visualizações nos próximos dias. O vídeo rendeu muitos comentários nas redes sociais, sites e demais veículos de comunicação.

“A repercussão do vídeo aconteceu porque é um evangelismo pautado no amor. Nós, que somos cristãos, devemos amá-los, pois é isso que nos diferencia nesta terra”, diz Thiago Lobos, um dos integrantes dos Loucos por Jesus. Ele explica que a ideia de fazer o vídeo surgiu um dia antes da realização da Parada Gay, “Ficamos emocionados com o resultado dessa ação”, completa.

Thiago explica que o objetivo dessas ações de evangelismo é encorajar outros jovens a fazer alguma “loucura por Cristo e pregar o evangelho”. Essa não é a primeira vez que os Loucos por Jesus fazem alguma ação de evangelismo em lugares não convencionais. Além da Parada Gay, eles já evangelizaram em jogo de futebol, praça de alimentação de shopping, faculdades e até mesmo em um show de Roberto Carlos.

Apesar de algumas vezes receberem críticas, até dos próprios cristãos, eles se dizem felizes com o trabalho. “Recebemos dezenas de emails de pessoas contando que suas vidas foram mudadas depois que viram nossas loucuras. É emocionante ver que Deus tem nos usado para influenciar uma geração”.

Fonte: O Diário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

UM CORAÇÃO CONECTADO AO MUNDO

Eu já cometi alguns pecados na minha adolescência e início de juventude que me tiravam o sono a noite, hoje vejo adolescentes e jovens em suas redes sociais, cometendo os mesmos erros, e não bastando saber que Deus já viu seus erros, orgulham-se desses erros, espalham as provas para todo mundo ver, e quando eu digo todo mundo, me refiro ao Mundo inteiro.
Essas redes sociais são como deuses pra eles. E diante de total imaturidade, instantaneamente toda o Mundo é cúmplice de suas ações e erros. Mas, o mais incrível, e contrário a reação de Deus, suas postagens e publicações recebem vários “curtir” e“compartilhar.”

Mas o culpado disso tudo, quem é? Eu julgo não ser outro, se não seus coração.
"O coração, é tudo culpa dele! Quando erramos, quando acertamos, quando amamos e quando odiamos. É sempre ele, o início e o fim de tudo. Acho que é por isso que Jesus escolheu ali para morar."

É inútil achar que Deus irá conviver com você, sendo você a mesma pessoa que é e que era, antes desconhecê-Lo. Deus não habita em corações velhos, Ele habita em corações novos.
"Deus não concerta corações, Ele os substitui por novos, basta você entregar o seu machucado e cheio de si, que Ele lhe dará um cheio Dele."

Mas como obter esse novo coração?

Primeiro: Deus não concerta corações na conversão, Ele pode até sará-lo, purificá-lo e perdoá-lo, mas isso somente depois Dele ter substituído o velho coração por um coração novo, “zerado”, (Ezequiel 36:26).

Segundo: Como usar esse coração? É como se junto desse novo coração viesse um manual de instruções, e com isso você aprenderá a manuseá-lo. E nada, nenhuma peça antiga ou dispositivo do velho coração, irá encaixar e funcionar nesse novo coração. Você pode até forçar seu uso, mas as peças antigas danificarão o novo coração. E lembrem-se, Deus não irá consertar, Deus o substituirá por um novo, e com isso um novo manual e um novo começo.

Terceiro: Como manter forte esse coração? Alimentar, dar de comer. Mas seu alimento é específico, o alimento do velho coração pode até matá-lo. É como se você tivesse um carro com motor movido a gasolina e você o alimentasse com álcool, ele até poderá andar, mas só por alguns metros, e se mesmo assim você o forçar a andar mais, ele irá pifar, e depois de fundido esse motor não prestará pra mais nada, e você precisará de um novo para poder continuar andando.
“Deus lhe dará um coração novo, mas somente com o alimento correto, ele sobreviverá.”

Quarto e último: Para que Deus lhe dá esse novo coração? Nosso Deus é um Deus invisível e intocável para aqueles que ainda não O viram e não O sentiram. Deus cria corações novos, e os coloca no lugar dos corações velhos, Ele dá combustível para esses corações, para eles se movimentem e sirvam como revelação e apresentação desse Deus, que até então, era invisível e intocável para Muitos.
Quando você recebe esse Deus que é Jesus, como o seu único e suficiente salvador, e com Ele recebe um novo coração, é para que você ame as pessoa que estão ao seu lado, ou que estão a milhares de quilômetros de distância de você, mas conectado a você por uma rede. E que você possa apresentar a essas pessoas, esse seu novo coração, cheio de Deus, cheio de amor, e por meio desse coração, passar adiante esse Deus, o único capaz de distribuir corações velhos por corações puros e verdadeiros.
“Não mostre ao mundo quem você não é, mostre ao mundo quem é esse Deus, que reina em um coração dado por Ele.” 

Artigo enviado por 
(SNA.) SAMUEL NEVES DE ALMEIDA
http://www.facebook.com/samuel.nevesdealmeida
https://twitter.com/Samcuka
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A Verdadeira História de Cosme e Damião

Os gêmeos árabes Cosme e Damião eram filhos de uma nobre família de cristãos. Nasceram por volta do ano 260 d.C., na região da Arábia e viveram na Ásia Menor, no Oriente. Desde muito jovens, ambos manifestaram um enorme talento para a medicina, profissão a qual se dedicaram após estudarem e diplomarem-se na Síria.

Tornaram-se profissionais muito competentes e dignos, e foram trabalhar como médicos e missionários na Egéia.

Amavam a Cristo com todo o fervor de suas almas, e decidiram atrair pessoas ao Senhor através de seu serviço. Por isso, não cobravam pelas consultas e atendimentos que prestavam, e por esse motivo eram chamados de "anárgiros", ou seja, “aqueles que são inimigos do dinheiro / que não são comprados por dinheiro". A riqueza que almejavam era fazer de sua arte médica também o seu apostolado, para a conversão dos perdidos, o que, a cada dia, conseguiam mais e mais. Seus corações ardiam por ganhar vidas, e nisto se envolveram através da prática da medicina. Inspirados pelo Espírito Santo, usavam a fé aliada aos conhecimentos científicos. Confiando sempre no poder da oração, operaram verdadeiros milagres, pois em Nome de JESUS curaram muitos doentes, vários destes à beira da morte.

Também preocupavam-se em curar animais, pois sabiam que “toda a criação aguarda, com ardente expectativa, pela manifestação da glória de Deus em Seus filhos” (Romanos 8.18:19).

Manifestaram Autoridade do Alto, pregando o Evangelho com sinais e prodígios. Sua linguagem e sua pregação “não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do Espírito de Poder” (ICo 2.4). Desta forma, conseguiram plantar a semente da salvação em muitos corações, colhendo inúmeras conversões a JESUS. Cosme e Damião possuíam uma revelação clara do chamado que tinham como ministros do Evangelho, chamado que cumpriam no cotidiano da rotina profissional, ministrando Cristo através de seu trabalho.

Porém, as atividades cristãs dos médicos gêmeos chamaram a atenção das autoridades locais da época, quando o Imperador romano Diocleciano autorizou a perseguição aos cristãos, por volta do ano 300. Diocleciano odiava os cristãos porque eles eram fiéis a Jesus Cristo e não adoravam ídolos e esculturas consideradas sagradas pelo Império Romano.

Por pregarem o cristianismo, Cosme e Damião foram presos, levados a tribunal e acusados de se entregarem à prática de feitiçarias e de usar meios diabólicos para disfarçar as curas que realizavam. Ao serem questionados quanto as suas atividades, eles responderam: "Nós curamos as doenças em nome de Jesus Cristo, pela força do Seu poder".

Eles conheceram os princípios da fé cristã quando ainda eram crianças, e por isso recusaram-se a adorar os deuses pagãos, apesar das ameaças de serem duramente castigados. Ante o governador Lísias, ousaram declarar que aqueles falsos deuses não tinham poder algum sobre eles, e que só adorariam o Deus Único, Criador do Céu e da Terra. Mantiveram a Palavra do testemunho de Cristo, impressionando a todos por seu Amor e sua entrega a JESUS.

Não renunciaram aos princípios de Deus, e sofreram terríveis torturas por isso. Mas mesmo torturados, não abalaram sua convicção e jamais negaram a fé. Em 303, o Imperador decretou que fossem condenados à morte na Egéia. Os dois irmãos foram colocados no paredão para que quatro soldados os atravessassem com setas, mas eles resistiram às pedradas e flechadas. Os militares foram obrigados a recorrer à espada para a decapitação, honra reservada só aos cidadãos romanos. E assim, Cosme e Damião foram martirizados.

Cem anos depois disso, iniciou-se uma terrível idolatria ao seus restos mortais e às imagens que foram esculpidas em sua homenagem. Dois séculos após sua morte, por volta do ano 530, o Imperador Justiniano ficou gravemente doente e deu ordens para que se construísse, em Constantinopla, uma grandiosa igreja em honra de Cosme e Damião. A fama dos gêmeos também correu no Ocidente, a partir de Roma, por causa da basílica dedicada a eles, construída a pedido do papa Félix IV, entre 526 e 530. A solenidade de consagração da basílica ocorreu num dia 26 de setembro e assim, Cosme e Damião passaram a ser festejados, pela igreja católica, nesta data.

Os nomes de Cosme e Damião são pronunciados inúmeras vezes, todos os dias, no mundo inteiro. Até hoje, os gêmeos são cultuados em toda a Europa, especialmente na Itália, França, Espanha e Portugal. Além disso, são venerados como padroeiros dos médicos e farmacêuticos, e por causa da sua simplicidade e inocência também são invocados como protetores das crianças. Por isso, na festa dedicada a eles, é costume distribuir balas e doces para as crianças.

Aqui no Brasil, a idolatria uniu-se à feitiçaria. A devoção trazida pelos portugueses misturou-se com o culto aos orixás-meninos (Ibejis ou Erês) da tradição africana yorubá. Cosme e Damião, os santos mabaças ou gêmeos, são tão populares quanto Santo Antônio e São João. São amplamente festejados na Bahia e no Rio de Janeiro, onde sua festa ganha a rua e adentra aos barracões de candomblé e terreiros de umbanda, no dia 27 de setembro, quando crianças saem aos bandos, pedindo doces e esmolas em nome dos santos.

Uma característica marcante na Umbanda e no Candomblé, em relação às representações de Cosme e Damião, é que junto aos dois santos católicos aparece uma criancinha vestida igual a eles. Essa criança é chamada de Doúm ou Idowu, que personifica as crianças com idade de até sete (7) anos de idade, sendo ele o protetor das crianças nessa faixa de idade. Na festa da tradições afro, enquanto as crianças se deliciam com a iguaria consagrada, os adultos ficam em volta entoando cânticos (oríns) aos orixás.

Triste é ver a total profanação dos Princípios Eternos pelos quais os gêmeos árabes morreram. Nunca Cosme de Damião deram-se aos ídolos e jamais praticaram magia ou ocultismo, embora tenham sido acusados de fazê-lo. Mas o pecado do homem e a maldade de Satanás, que distorce os padrões do SENHOR, fazem com que o engano se propague por gerações, através dos séculos, tornando o mal uma tradição cultural. Eles foram cristãos fiéis até o fim amaram o SENHOR sem medida e sem restrições manifestaram JESUS em suas vidas diárias e assim, ganharam inúmeras almas ao SENHOR, através do Amor e da Pregação.

É neste testemunho que nós devemos nos inspirar.

Fonte: MONTE SIÃO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Não quero mais ser evangélico - DESABAFO

Não estou brincando! A indignação toma conta de meu ser, pois não dá mais. Evangélico no Brasil virou sinônimo de movimento financeiro religioso, algo meio sem ética – ou totalmente se preferir – em que se rouba e depois ora pedindo perdão a Deus. O “mensalão” de Brasília revela não apenas o que há de pior na política brasileira, mas algo cheira mal na fé evangélica também (ou plagiando o filme, “Fé de mais não cheira bem”). Como é possível alguém orar e dizer que o “financiador” é uma bênção para a cidade? A verdade é que hoje a cristandade está com a síndrome de Geazi, servo do profeta Eliseu (2Reis 5:20-27). Correndo atrás dos tesouros de Naamã, a cristandade gananciosa (2Reis 5:20) mente e camufla situações para justificar seus pecados (2Reis 5:22); pior, esconde o pecado (2Reis 5:24), mostrando a hipocrisia em que vivem (2Reis 5:25). Desta vez foi a gota d’água, ver um pastor, que é deputado distrital – o que já é incoerente, pois ou é pastor ou deputado – e o presidente da Câmara, orando e pedindo a Deus pelo gestor das
fraudes, chamando-o de “instrumento de bênção para nossas vidas e para a cidade”. Para a cidade de Brasília eu não sei, mas parece que o gestor financeiro do mensalão foi uma “bênção” para outros.

Não é apenas isso (ou tudo isso), mas a Igreja Evangélica no Brasil virou um monstrengo, uma colcha de retalhos, que mistura “alhos com bugalhos”, Bíblia com água e óleo ungido. Os pastores deixaram de ser homens de reconhecida piedade para serem executivos da fé; jogaram no lixo a orientação de Paulo para serem ministros de Cristo, que se ocupassem da leitura da Escritura, “à exortação e ao ensino” (1Timóteo 4:12,13), para serem ministros de si
mesmo, onde a “escritura” agora é auto-ajuda, e a exortação e o ensino viraram barganha de promessas. Não me escandalizo mais, pois o que sinto é uma revolta contra aqueles que “seguiram pelo caminho de Caim, e por causa do lucro se lançaram no erro de Balaão...” (Judas 11).

Por isso não me chamem de “evangélico”, pois este termo implicava numa atitude baseada no Evangelho de Cristo. Mas hoje isso virou um termo jocoso e maldoso. Não quero mais compactuar com pastores que vendem e compram igrejas (isso mesmo!) como se fossem propriedades privadas, investimentos financeiros lucrosos. Não quero mais saber deste evangelicalismo sem ética, sem doutrina e que está mandando milhares para o inferno. Chega deste evangelho de faz-de-conta, em que Jesus é apresentado como um “amigão”, mas nunca como Senhor. Chega deste “evangelho” sem cruz, sem vergonha e mentiroso. Com certeza, Pedro está certo quando afirma pelo Espírito Santo: “... Tais homens têm prazer na luxúria à luz do dia... enganam os inconstantes e têm o coração exercitado na ganância. São malditos. Eles se desviaram, deixando o caminho reto e seguindo o caminho de Balaão, filho de
Beor, que amou o prêmio da injustiça” (2Pedro 2:13-15).

E agora? Onde estão os apóstolos que pedem dinheiro e se envolvem com as maracutaias religiosas? Onde estão aqueles que oram pelo dinheiro sujo e pedem em nome de Deus que os abençoe? Onde estão aqueles que vendem igrejas com membros e tudo mais? Que pedem “trízimo” (não estou brincando), ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo? Onde estão os profetas com suas “profetadas” e palavras “ungidas”? Onde está a Igreja que diz proclamar em alta voz que o Brasil é do Senhor Jesus? Ouçamos Isaías: “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem, mal; que transformam trevas em luz e luz em trevas, e ao amargo em doce, e o doce em amargo!... Por isso a ira do SENHOR acendeu-se contra o seu povo, e o SENHOR estendeu a mão contra ele e o feriu...” (Isaías 5:20,25a).

Aqui não é um julgamento. Que ninguém me venha com a falácia de “Não julgueis para não serdes julgados”, pois isso é um simplismo de que se aproveitam muitos daqueles que são desonestos e usam a Bíblia para justificar suas ações. Diante da injustiça não podemos nos calar, seja ela de um evangélico ou não. Não me chamem de evangélico, pois não quero este evangelho mercadológico. Quero apenas ser cristão, quero apenas seguir a Cristo e viver para Ele.

O autor, Gilson Souto Maior Junior, é pastor sênior da Igreja Batista do Estoril e professor de Antigo Testamento e Hebraico da Faculdade Teológica Batista de Bauru - Fateo

FONTE: JesusSite
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Pregador Luo - Subindo a Montanha | Apocalipse 16 - Clipe Oficial



Pregador Luo - Subindo a Montanha


A cada metro que eu subo enxergo um pouco mais
Agora vejo o rio que cruzei , que ficou para trás
Vejo o mar que se abriu, a torre que caiu
Enxergo Pequeno o corpo do gigante que me aflingiu
Fui eu matei na pedrada
Vejo Judas com a Garganta enforcada, Eva sendo tentada
A lua que tá do meu lado pode ser tocada
Vejo a sepultura daqueles que não estão mais aqui
Mas que me disseram vá, Prossiga mesmo sem mim
Gratidão sem fim, nas costa eu trago sonhos
Os meus os seus, nossos legítimos sonhos
Vamos Vento, pode soprar o topo é meu lugar
Você não vai me derrubar
Continuo subindo, pois eu sei em quem tenho crido
Quando eu chegar
Ficarei lá até ouvir a sua voz pelo meu nome chamar - LUO

Vou pro topo do monte escalando a montanha
Subo como as aguias, de mim não duvide
Habitarei entre as nuvens e o arco-íris
Até você me chamar, me chamar

Dores sinto dores, mas as cores, vejo as cores que são fatores motivadores, pra que eu chegue ao cume.
O frio sente ciúme e amortece as minhas dores.
Não tem jeito dor você vai comigo e esse é o seu castigo, enxergar a altura e a profundidade do amor.
Nessa louca escalada pra se tornar sabedor, as vezes eu sinto que posso cair.
Quem vai me acudir?
Mas então eu olho lá pro topo e meus pulmões se enchem, ganham um fôlego novo.
Que vem me toma, inunda e acalma.
Que manda embora, expulsa a bronquite e a asma.
Quando eu alcançar o cume da sabedoria ficarei por lá até o final de meus dias.

Vou pro topo do monte escalando a montanha
Subo como as aguias, de mim não duvide
Habitarei entre as nuvens e o arco-íris
Até você me chamar, me chamar.

Não conte as décadas que já são passadas, siga seus sonhos, os belos sonhos.
Não duvide de ninguém, nem reclame de nada, siga na sua jornada.
Todo dia nasce uma vida nova, e assim a esperança na sua mente se renova.
Não murmure, nem esconjure, pois cada um que vive passa pela prova.
Então se transforme e não seja esnobe, quem pensa que ta rico na verdade já ta pobre.
Pois os tesouros todos estão no céu e eu vou subir pra ver de perto as cores do arco-íris. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Papiro que faz referência a mulher de Jesus é falsificado

Papiro que faz referência a mulher de Jesus é falsificado, diz professor

Francis Watson, pesquisador da Universidade de Durgham, afirma que o texto é uma colagem de outros textos coptas

As discussões sobre o fragmento de papiro que provaria que Jesus foi casado ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira. O pesquisador Francis Watson, professor do Departamento de Teologia e Religião da Universidade de Durham, na Inglaterra, e especialista no Novo Testamento, disse não ter dúvidas que se trata de uma falsificação. Em um texto publicado online (em inglês), ele afirma que o texto do papiro seria uma colagem de trechos do Evangelho de Tomé escrito em copta, que teriam sido misturados para sugerir um novo significado. "O texto foi construído a partir de pequenos pedaços – palavras ou frases – retiradas em sua maior parte dos provérbios 101 e 114 do Evangelho de Tomé em copta, colocadas em novo contexto", escreveu.

Ele até considerou a possibilidade de se tratar de um evangelho antigo, que juntou e reinterpretou trechos de outros textos, como muitos dos evangelhos apócrifos. Não haveria problema nenhum – e nem como chamar o texto de falsificação - se Watson não insinuasse que a colagem teria sido feita recentemente. "A técnica de composição de textos é provavelmente de um indivíduo moderno, que não é falante nativo do Copta."

Como argumento, Watson cita uma quebra em uma das linhas – uma das palavras aparece pela metade, como se a primeira parte tivesse sido escrita na linha anterior – que teria sido copiada diretamente de outro texto. Segundo o professor, era comum as palavras serem quebradas no meio nos textos antigos, que não utilizavam hifens, mas a quebra dificilmente apareceria no mesmo lugar em dois textos diferentes, a não ser que o autor não dominasse o idioma. "O autor é evidentemente dependente do manuscrito do Evangelho de Tomé em copta, cuja divisão de linhas ele copia. Uma explicação óbvia é que o autor usou uma edição moderna impressa do texto copta, onde a divisão original de linhas foi preservada."

Debate sem fim - A historiadora Karen King ainda não se pronunciou sobre as críticas. No entanto, quando sua pesquisa foi anunciada, ela afirmou que o papiro havia sido analisado por dois especialistas no assunto, que confirmaram sua autenticidade. O professor Roger Bagnall, diretor do Instituto para o Estudo do Mundo Antigo da Universidade de Nova York, foi um deles. Em declaração ao site de VEJA, ele confirmou que acredita na veracidade do documento.

Francis Watson diz que mesmo que o papiro analisado pelos especialistas seja antigo, o mesmo não pode ser dito da tinta usada no texto. “Se testes químicos forem realizados para estabelecer a composição química da tinta, eles podem mostrar que tinta moderna foi usada e provar que é uma falsificação moderna”, escreveu. Karen King já havia prometido submeter a tinta a uma espectroscopia, técnica que analisa a composição química de um produto. Até lá, os questionamentos de Watson devem permanecer sem resposta. E, mesmo assim, nada indica que os resultados do exame devem acabar com a controvérsia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ENTRE VOCÊ E DEUS

por SAMUEL NEVES DE ALMEIDA

Nesses últimos anos ando buscando conhecimentos fora da “caixa”, mas claro, dentro dos limites de Deus, busco por conhecimentos que não encontro na igreja, e nem em meus amigos e familiares, indo mais fundo no saber de Deus, na curiosidade por Ele e Dele. E te digo, hoje como nunca, sinto sua presença mais forte e mais perto de mim. Leio os meus textos de hoje e os comparo com textos que escrevi à 5 anos e vejo o quanto minha fé e meu conhecimento eram rasos, o quanto estavam presos e dependiam de um intermediário (pastor, líder, pai, mãe, amigos) para que se tornassem verdadeiros e tivessem sentido para mim e válidos pra Deus.

Aprendi que o único ungido de Deus é Cristo, que o acesso direto a Ele não é feito por intermédio de um líder, um pastor ou santos. Quando nos portamos diretamente a Deus sem um mediador, sem um porta-voz, descobrimos que o contato é mais forte e mais puro, sem eles o contato não recebe influência de um ser pecador como nós. Esse acesso é feito por joelhos no chão, uma busca de entendimento, um “devorar” da Bíblia e um conversar diário, diretamente e constantemente com Deus.

O papel de um pastor ou líder religioso perante a sociedade, deve ser de amor, doação, compreensão e zelo, e não somente de exortação, ditadura e repreensão. Eles podem sim e devem segurar em nossas mãos, nos dar concelhos, enxugar lágrimas, dar o pão. Mas o passo é nosso, a voz é nossa, o véu foi rasgado individualmente, o acesso a Deus por meio de Cristo é individual e intransferível. Tenha apreço por seus pastores e líderes, eles foram "escolhidos" por Deus, respeite isso, mas não abra mão de um contato direto com Deus, de ser íntimo Dele. Seja aquele pela qual Deus irá usar e não ache que será você quem usará a Deus.

Perdemos muito quando deixamos de experimentar o ouvir e o toque de Deus para experimentar o ouvir e o toque dos homens, seja ele pastor, líder ou um familiar. Muitos acham que são menores que os pastores e os líderes, acham que eles são algum tipo de ser superior aqui na terra, que devemos tê-los para termos a Jesus, e com isso limitam o seu acesso a Deus, fixando Deus à igreja e as pregações, acham que somente ali Deus se manifesta, que é somente por meio de pregações que Deus fala, que somente pelas mãos dos pastores que Deus toca, que somente por suas bocas que Deus fala. Não, não é! O véu foi rasgado!

Deus nos quer conectados diretamente a Ele por meio de Cristo e somente por Cristo, Ele nos quer por inteiros, com nossas mentes sadias e desprendidas de qualquer opressão, seja maligna, seja humana.

Acredite num Deus acessível, num Deus de colo e de abraços, que não mede esforços para estar ao seu lado.

Tente colocar-se perante Deus como um aprendiz Dele, e perante ao próximo como um doador desse aprendizado!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Rock Estrada - RODOLFO ABRANTES (qualidade FULL HD)



Rock Estrada é um Programa da MultiShow onde são reveladas respostas para as seguintes curiosidades:
O que os músicos fazem antes de tocar? Como eles se preparam? O clima no backstage é de tensão ou pura descontração? Todas essas perguntas finalmente poderão ser respondidas pelo 'Rock Estrada', um programa que mostra com exclusividade como é a vida de jovens bandas por trás dos palcos.
Neste programa é podemos ficar por dentro de quem é o Rodolfo Abrantes, ex-vocalista e guitarrista do Raimundos e do Rodox, conta a história de como ele começou a entrar em contato com a religião cristã e se converter a Deus. "Sem dúvida a igreja é um dos lugares mais inusitados em que já toquei".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Filhos do Homem - Me Leva Onde Eu Possa Ouvir



Filhos do Homem - Me Leva Onde Eu Possa Ouvir


Meu Jesus, me leva pra perto de ti
Me leva onde eu possa ouvir a tua voz
Pois quando eu escutar
De todo coração, obedecerei

Cura meu coração,faz em mim tua vontade
Pois só na tua vontade
Eu posso me completar (Eu posso me completar)

Me leva onde eu possa ouvir tua voz
Me leva onde eu possa ouvir tua voz
Me leva onde eu possa ouvir tua voz
Aos teus pés

Amado da minh'alma.
Tua fidelidade me ensina a te amar Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 22 de setembro de 2012

Corinho ao vivo - Metal Nobre - DVD Made In Brazil



Medley dos corinhos 3 palavrinhas só e Gozo eu tenho em Jesus, mais uma música do DVD Made In Brazil, onde mostra um pouquinho da interação da banda com o público no momento dos eventos, Deus abençoe!!!

www.metalnobre.com.br
www.facebook.com/metalnobre
www.twitter.com/bandametalnobre
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

DUAS VERDADES

Paulo pregou sobre duas únicas e suficientes verdades, a morte de Cristo e sua ressurreição, com isso ele mudou e transformou cidades e nações, seja em Jerusalém, Antioquia, Pisídia, Icônio, em Listra, Filipos ou em Tessalônica, Beréia, Atenas, Éfeso ou em Roma. O remédio era a história da Cruz e da Ressurreição. Nem mesmo o governador Festo ou até mesmo o maior pagão de todos como Plínio poderem resistir. Eles foram transformados e se renderam a essas duas verdades.

Hoje percebo que essas duas verdades não fazem tanto efeito como na época de Paulo. Mas por que? O nosso desejo de crescimento pessoal ultrapassa a necessidade pela transformação daqueles que ainda não vivem por Cristo. O combustível de Paulo era exatamente esse, ardia em seu coração o desejo em que todos conhecessem aquele que por eles morreu e ressuscitou.

Hoje, raro e quase totalmente não escuto mais pregações, nem mesmo menções da morte e ressurreição de Cristo, isso não nos atrai mais, não nos emociona mais, pregar sobre isso não nos deixa rico, ouvir sobre isso também não! Sabemos e tememos que pregar e exercer a mensagem da Cruz espante e amedronte aqueles que são nossos fiadores fieis.

Quando Paulo chega para evangelizar em Corinto você acha que ele disse-lhes que Cristo havia sido rico como Salomão, vitorioso como Josué ou erudito como Moisés? Nada disso. O primeiro fato que Paulo proclamou a respeito de Cristo foi sua morte, e que Sua morte havia sido do tipo mais desonroso: a morte de um malfeitor, a morte de cruz.

Nossas pregações são baseadas em auto ajuda, em sermões motivacionais, não que seja errado, mas não deveriam ser o tema principal, tais temas não são verdadeiramente transformadores, eles são meramente emotivos e passageiro, podem mudar um dia, um mês e até alguns anos de sua vida, mas nuca transformarão sua vida, nunca lhe darão vida eterna.
Vejo na maioria das igrejas um movimento imediatista, onde o bem estar momentâneo, a prosperidade e a posição social ditam o nível espiritual das igrejas.

Ninguém terá paz nesta vida, esperança na morte e experimentará o conforto e a consolação no sofrimento, jamais encontrarão tais bênçãos, se não for dentro das duas grandes e suficientes verdades, a morte e ressurreição de Cristo.

Se hoje o seu coração encontra gozo e repouso é por causa dessas duas verdades, houve um homem que morreu por você e ressuscitou por você, te fazendo livre, para que essa sua liberdade te levasse de volta até Ele e por meio de você ela chegasse até ao seu próximo. Não pense que seu bem estar, sua prosperidade, sua posição social ou eclesiástica irá servir de exemplo para a transformação daqueles que dormem, que morrem! A única arma e a única palavra que irá transformar verdadeiramente é a verdade, apenas duas verdades, as mesmas duas verdades de Paulo, a morte e a ressurreição de Jesus o Cristo.

Enviado por: 
SAMUEL NEVES DE ALMEIDA
http://www.facebook.com/samuel.nevesdealmeida
https://twitter.com/samcuka Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um barco em perigo



Leitura: Lucas 8:34-39
Vídeo: http://youtu.be/ORZ4mqbLkWU

O rompimento de Jesus com seus laços familiares é seguido de uma tempestade. Aqueles que foram os primeiros ou únicos a se converterem em uma família de incrédulos sabem muito bem o que isto significa. A tempestade realmente vem, e aqui ela precede um embate direto com uma legião de demônios na terra dos gadarenos. É para lá que Jesus quer ir, e convida os discípulos a entrarem com ele no barco e partirem naquela direção.

"Enquanto navegavam, ele adormeceu. Abateu-se sobre o lago um forte vendaval, de modo que o barco estava sendo inundado, e eles corriam grande perigo" (Lc 8:22-23). Se você se surpreende por enfrentar tempestades em sua vida depois de convertido, não se espante: o fato de Jesus estar no barco não significa que você terá uma vida calma e tranquila. Lembre-se de que, assim como os discípulos, você navega agora em um ambiente hostil, que é o mundo.

"Os discípulos foram acordá-lo, clamando: 'Mestre, Mestre, vamos morrer! '". Enfrentar dificuldades com Cristo no barco é normal; temer a morte e o juízo eterno não é normal se você já creu em Jesus. Quem já foi salvo jamais se perderá eternamente; a salvação é irrevogável. Embora muitos líderes religiosos ensinem o contrário, principalmente pelo receio de perderem seus seguidores, a salvação eterna daquele que verdadeiramente crê em Jesus é um fato consumado.

Se você duvida do que estou dizendo, então acredite no que Jesus diz: "As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão. Meu Pai, que as deu para mim, é maior do que todos; ninguém as pode arrancar da mão de meu Pai". Quer mais? "Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida" (Jo 5:24).

Duvidar disso é fazer o que os discípulos fazem aqui ao acharem que vão morrer no mesmo barco em que está o autor da vida. Jesus acorda, repreende o vento e a violência das águas e tudo fica calmo e tranquilo. Então ele pergunta aos discípulos: "Onde está a sua fé?". Atemorizados, os discípulos perguntam: "Quem é este que até os ventos e às águas dá ordens, e eles lhe obedecem?". Eles andavam com Jesus, mas não o conheciam. E você, conhece a Jesus? Já creu nele como seu Salvador? Confia que seus pecados foram todos pagos por ele lá na cruz e agora pode desfrutar de paz com Deus? Ou ainda está tentando negociar com Deus uma salvação baseada em suas obras e perseverança? Se for assim, você não confia em Cristo, você confia em si próprio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Estudo revela novos indícios sobre ressurreição de Jesus

Túmulo encontrado na Cidade Antiga de Jerusalém mostra inscrições que se referem à ressurreição


Um grupo de arqueólogos e especialistas em assuntos religiosos apresentou em Nova York as conclusões de uma pesquisa que apresenta indícios da ressurreição de Jesus a partir de um túmulo localizado em Jerusalém há três décadas.

"Até agora me parecia impossível que tivessem aparecido túmulos desse tempo com provas confiáveis da ressurreição de Jesus ou com imagens do profeta Jonas, mas essas evidências são claras", afirmou nesta terça-feira (28) o professor James Tabor, diretor do departamento de estudos religiosos da Universidade da Carolina do Norte, um dos responsáveis pela pesquisa.

O túmulo em questão foi descoberto em 1981 durante as obras de construção de um prédio no bairro de Talpiot, situado a menos de quatro quilômetros da Cidade Antiga de Jerusalém. Um ano antes, neste mesmo lugar, foi encontrado um túmulo que muitos acreditam ser de Jesus e sua família.

Ao lado do professor de Arqueologia Rami Arav, da Universidade de Nebraska, e do cineasta canadense de origem judaica Simcha Jacobovici, Tabor conseguiu uma permissão da Autoridade de Antiguidades de Israel para escavar o local entre 2009 e 2010.

Em um dos ossuários encontrados, que os especialistas situam em torno do ano 60 d.C., é possível ver a imagem de um grande peixe com uma figura humana na boca, que, segundo os pesquisadores, seria uma representação que evoca a passagem bíblica do profeta Jonas.

A pesquisa, realizada com uma equipe de câmeras de alta tecnologia, também descobriu uma inscrição grega que faz referência à ressurreição de Jesus, detalhou o professor Tabor, que acrescentou que essa prova pode ter sido realizada "por alguns dos primeiros seguidores de Jesus".

"Nossa equipe se aproximou do túmulo com certa incredulidade, mas os indícios que encontramos são tão evidentes que nos obrigaram a revisar todas as nossas presunções anteriores", acrescentou o especialista, que acaba de publicar um livro com todas as conclusões de sua pesquisa, "The Jesus Discovery".

O professor reconhece que suas conclusões são "controversas" e que vão causar certo repúdio entre os "fundamentalistas religiosos", enquanto outros acadêmicos seguirão duvidando das evidências arqueológicas da cristandade.

Anteriormente, essa mesma equipe de pesquisadores participou do documentário "O Túmulo Secreto de Jesus", produzido pelo cineasta James Cameron. Na obra, os arqueólogos encontraram dez caixões que asseguram pertencer a Jesus e sua família, incluindo Virgem Maria, Maria Madalena e um suposto filho de Jesus.

Segundo o documentário, as ossadas encontradas supostamente apresentavam inscrições correspondentes às identidades de Jesus e sua família, o que acaba reforçando a versão apresentada no livro "O Código da Vinci", de Dan Brown, o mesmo que indica que Jesus foi casado com Maria Madalena e que ambos teriam tido um filho juntos.

FONTE: ÚLTIMO SEGUNDO


Será que realmente Jesus ressuscitou?

Rev. Marco Antonio de Oliveira

Quando lemos os relatos dos últimos dias de Jesus Cristo, tão bem descritos nos Evangelhos, alguns desavisados podem ficar com uma impressão equivocada sobre o verdadeiro significado destes relatos. Relatos que nos informam o quanto os algozes de Jesus foram cruéis. Jesus, inocente, foi preso, levado a um julgamento arbitrário, foi surrado, e por fim, barbaramente crucificado e morto. Para espetáculo de uma multidão enfurecida, ingrata e insana, Jesus Cristo foi pendurado numa cruz, tendo em sua cabeça uma coroa de espinhos.

Todo este relato pode transparecer que o ministério de Jesus foi um fracasso, mas não foi. Para aqueles que não estão atentos ao projeto Redenção de Deus, a morte de Jesus significou o fracasso do projeto de Deus. Porém, a teologia bíblica nos ensina que se Jesus não tivesse morrido, se Ele não tivesse se oferecido como cordeiro que tira os pecados do mundo, aí sim, o projeto inicial de Deus descrito no relato Gênesis seria um fracasso. A morte de Jesus foi um ato redentor, ainda que tenha sido ocasionada pela intolerância ao novo de Deus, foi resultado de sua opção missionária (de Jesus) a favor da verdade. Através de seu sacrifício, fomos perdoados e admitidos outra vez à comunhão com Deus.

Outro detalhe que alguns esquecem consiste no fato de que a história de Jesus não se encerra na sua morte. Os relatos dos quatros evangelhos trazem uma bela e maravilhosa notícia dada pelos anjos: "Não vos atemorizeis; buscais a Jesus, o Nazareno, que foi crucificado; ele ressuscitou, não está mais aqui; vede o lugar onde o tinham posto” (Mc 16.6). A grande notícia é a ressurreição de Jesus, Ele vive e reina eternamente.

Proponho que você leia os relatos da crucificação e morte de Jesus, não se esquecendo que Ele venceu a morte, triunfando na cruz sobre a mesma, pois ao terceiro dia, Ele Ressuscitou. O apóstolo Paulo, em sua carta aos Colossenses 3.14-15, nos diz: “tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós... removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz; e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz.”

Ainda o mesmo apóstolo, que outrora perseguiu os cristãos, afirma que se a ressurreição de Jesus não fosse verdadeira, vã seria a nossa fé. Só ela (a ressurreição) nos garante que as promessas de vida eterna são verídicas. Sim, devido a este extraordinário fato podemos crer no amanhã.

Os relatos das aparições de Jesus, após os acontecimentos da sexta-feira da paixão são tão incontestáveis, que ateus antigos e modernos para negarem sua ressurreição, através de filmes e livros procuram agora desacreditar da sua morte. Tentar negar a morte de Jesus é rejeitar dados históricos( ex: Flávio Josefo), e relatos de testemunhas oculares, aceitos como incontestáveis. Ao tentarem negar sua morte, eles acabam por referendar os relatos dos irmãos/ãs contemporâneos ao episódio que insistem em afirmar que terem visto Jesus vivo após a sua crucificação e morte. De fato, é impossível não aceitar como real a presença de Jesus entre os seus discípulos nos dias que sucedem a páscoa do tempo de Pilatos e Herodes. Se as aparições de Jesus após sua crucificação e morte são inegáveis, é porque ao terceiro dia, como está escrito, Ele ressurgiu dentre os morte. Tudo isto é confirmado não somente pelos relatos das testemunhas oculares, que são em grande número, mas também pela força do cristianismo através dos séculos. As experiências de milhões de pessoas na face da terra com Jesus, o ressuscitado, são tão fortes e incontestáveis, que me sinto inteiramente confortado para reafirmar o que os anjos falaram para Maria Madalena: “Porque buscai aquele que vive entre os mortos. Ele não está aqui, mas ressuscitou”. Nada poderá negar este fato verídico.

Devido a isto, lhe convido a celebrar a páscoa a partir da dimensão da ressurreição (do anúncio dos anjos), pois ela é um tempo que nos faz perceber que a vida é mais poderosa que a morte, e que o projeto de Deus se realizará em nossas vidas no seu devido tempo. A páscoa cristã é celebração da ressurreição redentora de Jesus, o filho de Deus.


O reverendo Marco Antonio de Oliveira é pastor -titular da Catedral Metodista do Rio de Janeiro, conferencista, terapeuta de família, psicanalista clínico, especialista e doutorando em Teologia. Contatos: www.catedralmetodista.org.br ou pelo telefone: (21) 7857-4936 . pastormarcooliveira@catedralmetodista.org.br

Fonte: Elnet
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Novelas e a Vida Real: Não é bem assim!

A Paz do Senhor Meus Queridos

“... Então a mulher, agora madura, reencontra o amor de sua adolescência, por uma força do acaso. O homem em questão, também fica paralisado, em êxtase, pois vêem a sua mente, toda a história, de um romance vivido e há muito já deixado para trás...”.

Belo momento de um reencontro, de um homem e uma mulher, que viveram em sua juventude, um romance, bonito, sem preconceitos, diria que até típico de páginas das noveletas “Sabrina”. (minha mãe lia isso ai). Mais coloque um ingrediente nesta história: cada um destes personagens construíram suas famílias em direções diferentes. Não são solteiros, e não estão disponíveis para reviver este "romance".

Pois bem, é assim, entra e sai novela, entram e saem seriados brasileiros, e a desconstrução da família é sempre o ponto alto. Dá audiência e entendo que o povo gosta. Mas será que o povo gosta mesmo? Tenho cá minhas idéias, e acho que não, o povo abomina. Talvez seja legal na tela, mas quando a mesma situação é transposta para a vida real, tudo muda de figura.

Na novela, nós podemos observar os dois lados. Na maioria das vezes os personagens vivem casamentos falidos e depositam nestas aventuras românticas, um ar de glamour que não existe na vida real. Para começar, na vida real temos conta de água, luz, telefone, filho fica doente e acima de tudo isso: nós trabalhamos. Mesmo executivos de alto escalão, aqui na vida real, dão duro para manter suas empresas dando lucro.

Lá na telinha, em sua maioria, é mostrada a mulher vitima de assédio moral do marido autoritário, e do outro um marido boboca, que tem sua mulher como uma depravada, que só faz colocar chifres no marido. Opa! Mas espera ai: e a mulher do marido autoritário, o fato do marido ser autoritário justifica a traição da mulher? Amigo, você consegue observar a inversão de valores e o pior, a forma como o roteiro é colocado para justificar as ações depravadas?

Agora observemos a vida real...

Aqui fora meus amados, somos humanos, logo erramos, ficamos doentes, sorrimos, choramos, assistimos tv, vamos a igreja, confraternizamos, etc. E na maioria das vezes, estamos preocupados com nossa vida social. Seja com nossas dividas, com nossos filhos, com nossa esposa, com nosso marido. Temos muitos problemas, que na maioria, são compensados, com um abraço do filho mais velho, com o sorriso sem dentes do bebê, com a esposa preocupada com sua saúde e com o marido que vez e outra se lembra de dizer a esposa que a ama.

Na vida real, não temos um roteiro ou um televisor que associado ao roteiro tendencioso nos dá detalhes da trama, onde podemos simplesmente tomar um partido e, assim justificar uma a uma as ações destrutivas que um personagem da vida real, tenha sobre a sua família.

Amados, aquele que se diz cristão deve estar muito atento aos ensinamentos bíblicos. As novelas, filmes e livros, é a antítese do que a bíblia, a palavra de Deus nos ensina. Sejamos francos, os ensinamentos bíblicos, no mínimo, nos ensinam a viver em comunhão, homem e mulher, família e sociedade. Ensina-nos a respeitar o próximo, não apenas os de mesma etnia, crença ou visão religiosa. Deus nos ensinou “... Amar o próximo, como a ti mesmo...”.

Cito duas passagens importantíssimas, na questão família e respeito. No antigo testamento, Davi é alertado, porém peca, ao enviar um homem para a morte, para que pudesse ficar com a sua esposa. Já no novo testamento, o próprio Jesus, indaga uma mulher promiscua, dizendo quem é seu marido, pois ela conheceu vários homens, mas nenhum era seu marido, e Jesus (nosso exemplo de boa conduta), diz, "seus pecados estão perdoados, vá e não peques mais."

Queridos irmãos em Cristo, rogo eu em oração, para que nossos olhos não sejam ferramenta de engano em nossos lares. Na TV tudo é lindo e maravilhoso, mas o preço do pecado é a morte. Porem muitos são enganados, e famílias são destruídas por não ter a visão do querer de Deus em nossas vidas.

Se possível for, rogo que após a leitura deste texto, faça uma oração em prol da sua família.

Deus nos abençoe. Amem!

Boa semana em Cristo

O Capitão

CEDIDO GENTILMENTE POR [DIÁRIO DE BORDO]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

E-Book GRÁTIS - LIVRO - O Único e Verdadeiro Deus - Paul Washer


Com grande alegria disponibilizamos a todos gratuitamente o eBook do livro “O Único Deus Verdadeiro”, de Paul Washer. É um material fantástico para ser usado em grupos pequenos, escolas dominicais e afins. Com uma linguagem fácil e acessível e um conteúdo interativo e participativo, com perguntas e afazeres, “O Único Deus Verdadeiro” é uma ótima introdução aos atributos de Deus. Algumas igrejas já tem adotado este material. Se você já leu o livro ou tem usado em sua igreja deixe um testemunho encorajador.

...:::: BAIXE INTEIRAMENTE GRÁTIS ::::...


Recomendações

“O guia de estudo de Paul David Washer sobre a doutrina de Deus, o Único Deus Verdadeiro, é o melhor trabalho introdutório por mim conhecido. Estabelece grandes verdades de forma clara e equilibrada. Autoridades humanas não são citados, mas é evidente que o autor está familiarizado com o literatura do cristianismo histórico e, portanto, ele se desvia das armadilhas em que os outros pode cair. Jovens cristãos dificilmente poderiam gastar melhor o seu tempo do que trabalhando cuidadosamente por estas páginas.”

- Iain H. Murray, Co-Fundador e Diretor Editorial da Banner of Truth Trust

“O Único Deus Verdadeiro irá levá-lo através de um proveitoso exercício em teologia bíblica e sistemática. Você aprenderá o que a Bíblia diz sobre o caráter e os atributos do Deus, o qual é realmente como nenhum outro. Este é um trabalho maravilhoso que – eu oro – ajudará muitos a crescer no conhecimento de Deus. Leia e seja abençoado. Leia e adore o seu Deus.”

- Daniel L. Akin, Presidente do Seminário Teológico Southeastern Baptist

“Quando meu filho colocou seu primeiro par de óculos, ele ficou chocado ao encontrar um mundo de coisas belas para ver lá fora. Ele não conseguia manter a boca fechada sobre o assunto. Este olhar guiado a respeito da revelação do próprio Deus será da mesma forma para muitos cristãos míopes. O estudo da autobiografia de Deus não só corrigirá a nossa miopia, mas abrirá nossas bocas! Como um hábil oftalmologista, usarei e recomendarei freqüentemente o Único Deus Verdadeiro.”

- Jim Elliff, Christian Communicators Worldwide www.ccwtoday.org

“Em O Único Deus Verdadeiro, Paul Washer forneceu um estudo teológico sólido, bíblico e substantivo para aqueles de nós que tem ansiado por mais. Quem estiver interessado em reforçar sua compreensão da Doutrina de Deus achará este estudo imensamente valioso. Além disso, como o Único Deus Verdadeiro é expositivo por natureza, ele também pode servir como um instrumento de ensino para dar aos novos cristãos uma base sólida, ou para ajudar na evangelização de incrédulos”.

- Voddie Bauchum Jr., Pastor, autor de Family Driven Faith

CLIQUE NO BOTÃO ACIMA E BAIXE INTEIRAMENTE GRÁTIS



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faz Chover - PG




Chuva, quero chuva
Tua chuva sobre mim
Chuva, quero chuva
Tua chuva de unção sobre mim
Faz chover, faz chover
Abre as comportas do céu
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Explicando o Evangelho para um Não-Convertido



Neste vídeo, Paul Washer e Scott Brown discutem como devemos explicar o Evangelho a uma pessoa não convertida. Por onde começar? Que doutrinas enfatizar? Como desafiá-lo a crer? Essas serão algumas questões esclarecidas no vídeo.



Transcrição:

SCOTT BROWN: Então, vamos falar um pouco sobre a mensagem do Evangelho. Vamos falar sobre doutrina, sobre o efeito da doutrina ou da falta de sã doutrina ao compartilhar o Evangelho. Penso que uma das coisas que todos nós reconhecemos e é aterrorizante é quantas pessoas há na igreja, participam da mesa do Senhor, ouvem as pregações, são membros de igrejas locais, porém, não conseguem explicar o evangelho a você. E você tem de perguntar: elas abraçaram o evangelho verdadeiro ou não? Em minha experiência, as pessoas mais comumente esquecem-se do arrependimento e da ressurreição. Quando pergunto a um cristão professo: “Pode, por favor, me explicar o Evangelho?” Diga-me o que você diria a uma pessoa. Elas quase sempre deixam essas duas coisas de fora. Então, eu só quero conversar um pouco sobre a mensagem do Evangelho. Então, como você explicaria a mensagem do Evangelho a mim se eu não fosse convertido?

PAUL WASHER: Nessa era de ceticismo, eu começaria com a simples verdade de que: “ouça… Eu vou lhe dizer uma coisa que eu creio com todo meu coração ser verdadeira. Isso não a torna verdadeira. Mas apenas para nos nivelarmos, quero que saiba que tudo o que você basicamente pode me acusar como um cristão – pressuposição, como pressupor que há um Deus – você está fazendo a mesma coisa. Se nós percebermos que é isso que você está fazendo, justamente aquilo de que você me acusa… Agora me deixe apenas compartilhar com você a cosmovisão que vejo na Bíblia e se você quiser, compartilhe comigo sua cosmovisão, e vamos ver qual delas de fato funciona.” Isso me dá uma porta aberta – apologética pressuposicionalista – pra não sentar lá por duas horas discutindo se Deus existe ou não. Isso me dá a porta aberta para apenas pregar a verdade das Escrituras para a pessoa. Então, eu não entro em muita discussão. Eu não vou por esse caminho. Eu só digo: “Eu creio que homens são salvos através da proclamação do evangelho. e eu vou proclamar o evangelho a você.” Então, isso nos coloca no mesmo fundamento.

Agora, sempre comece com a doutrina de Deus, porque o evangelho não faz sentido e nem seria necessário se Deus não fosse justo. Se Deus fosse outra coisa que não justo, nós nem precisaríamos de um evangelho. Então, eu começo com: “Esse é Deus, e é por isso que isto é importante.” Basicamente lidando com sua reivindicação sobre a pessoa como Criador e Sustentador e mais tarde, seu Redentor. E, daí, eu digo: “Este Deus é dessa maneira.” E eu respondo suas objeções, como: “Por que Deus tem de ser santo, ou justo?” E eu digo: “Você realmente gostaria que Hitler fosse um deus onipotente?” E, então, entrar por aí explicando o problema. O grande problema é que Deus é bom, mas você não é. Deus é amor, você não é. Deus é justo, você não. Então, o que Deus faz com você e Sua criação? Ele pode simplesmente lhe perdoar? Porque se ele fizer isso, ele não é justo. E eu passo por todo esse problema que Paulo argumenta em Romanos 3. E não demora muito.

E, daí, eu explico à pessoa: “É isso o que Deus fez. Para satisfazer sua justiça, Seu Filho tornou-se homem. Levou sobre ele mesmo os seus pecados, morreu no seu lugar, ressuscitou dos mortos.” E, então, explico não apenas a importância da morte, mas a importância da ressurreição. A ressurreição não o fez o Filho de Deus, mas era a reivindicação divina de sua filiação, como diz em Romanos 1. E também era a prova de que sua morte satisfez de fato a justiça de Deus, como diz em Romanos 4:25. Você precisa perceber que este Jesus que foi crucificado em fraqueza e ressurreto em poder, é o Rei dos reis e Senhor dos senhores, e ele reina sobre este mundo. Frequentemente vou ao livro de Daniel e mostro a eles que na realidade todos os governos deste mundo são como menininhos sentados em tronos de papel. Há um Rei, ele voltará para reclamar aqueles que são dele.

E, então, explico: julgamento, justiça, morte, ressurreição da própria pessoa, e digo a ela que Deus ordena agora que todo homem se arrependa. Eu explico o que é o arrependimento. Mas eu sou muito cauteloso aqui, porque se você vasculhar a doutrina bíblica do arrependimento perfeitamente e diz: “Isso é arrependimento.” Você não vive nisso. Nem eu. Veja, você se arrepende esperando que seja sinceramente, mas o próprio arrependimento é sujeito à santificação. Eu estou me arrependendo mais agora…

BROWN: Continua acontecendo.

WASHER: E continua se aprofundando. Não é aquele arrependimento que acontece só uma vez, que conserta tudo… Então, eu digo o que é o arrependimento, e digo o que é a fé, e falo do mandamento para se arrepender e do mandamento de crer.

E, daí, eu pergunto a elas: “É isso que você fez?” Eu gosto de dizer: “Isso é uma realidade na sua vida?” Porque as pessoas dizem: “Eu não sei se tenho arrependimento.” “Então, vamos ver o que é arrependimento e você me diz se isso é uma realidade, uma realidade crescente em sua vida?” “Eu não sei se eu creio.” “Bom, isso aqui é fé. Isso é uma realidade?” E muitas pessoas dizem: “Acho melhor voltar depois de pensar sobre isso.” E, daí, talvez me contatem mais tarde e se convertem saudavelmente. Outras pessoas que ouvem o evangelho, logo no início dizem: “Sim, isso é real! Eu vejo!” Mas, deve-se trabalhar com cada alma de uma maneira diferente. E explicar! Ouvimos tantas frases que ninguém entende. E eis aqui o problema: muitos pregadores modernos dirão que não devemos usar as frases. Bem, nós devemos usar se estão na Bíblia. Mas precisamos explicá-las! Entende?

E eu nunca deixo alguém sem dizer isso, especialmente alguém que professou a fé em Cristo comigo… Vamos dizer que estou pregando em uma igreja do outro lado do continente… Eu nunca vou deixá-la a menos que lhes tenha dado as advertências do evangelho. O que quero dizer com isso é… Eu digo: “Ouça, a evidência de que você se converteu, de que você de fato se arrependeu e creu para a salvação, é que você vai continuar se arrependendo, e continuar crendo. Você vai continuar crescendo em santificação. Você pode esfriar, mas verá a disciplina de Deus. E você verá um progresso na santificação, e verá a mão da providência de Deus, a mão inescapável da providência de Deus ao longo do curso de sua vida. Mas se você chega a um ponto em sua vida onde nada disso importa, e você continua naquilo, saiba que você não aprendeu nada aqui hoje. Nada aconteceu com você.”

Extraído com a licença de BEREIANOS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

É corajoso ??? Link para o site SATANÁS


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Vídeo - Papiro sugere que JESUS era Casado



"Video Traduzido via ferramenta youtube"

Quatro palavras em um fragmento de papiro previamente desconhecido fornecem a primeira evidência de que alguns dos primeiros cristãos acreditavam que Jesus tinha sido casado, professor de Harvard Karen King disse ao 10 º Congresso Internacional de Estudos coptas, 18 de setembro de 2012.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Papiro sugere que JESUS era Casado

A descoberta de uma pesquisadora da Universidade de Harvard (EUA) pode ajudar a esclarecer um dos aspectos mais controversos da vida de Jesus Cristo. Karen King, especialista em religião, encontrou um papiro do século 4 da nossa era cujo texto indica que Jesus Cristo foi casado.

O texto foi apelidado de "Evangelho da esposa de Jesus". A parte do texto que chamou a atenção dos pesquisadores é a seguinte: "Então, Jesus disse a eles: eis a minha esposa", de acordo com a tradução feita do copta (antigo idioma egípcio). "A tradição cristã sempre sustentou que Jesus não era casado, embora não exista evidência histórica para respaldar essa tese", disse Karen durante uma palestra em Roma, nesta terça-feira.

Segundo a pesquisadora de Harvard, "este novo evangelho não prova que Jesus era casado, mas nos diz que toda questão surgiu apenas como parte dos intensos debates sobre sexualidade e casamento. Desde o início, cristãos discordavam se era melhor não casar, mas foi apenas mais de século depois da morte de Jesus que começaram a recorrer à condição matrimonial dele para apoiar suas posições." De acordo com Karen, mostrar Jesus solteiro era uma maneira de fortalecer as posições católicas sobre temas como o celibato.

O fragmento tem oito linhas de texto de um lado e está muito danificado no verso, com apenas três palavras e algumas letras visíveis. O dono do documento procurou Karen em 2010, e na época ela duvidava da veracidade do fragmento do papiro. A tese sobre Jesus ter sido casado ganhou fama com o livro "O Código Da Vinci", de Dan Brown.
Reprodução/Karen King
Fonte: Yahoo Notícias

Pergunta: "Jesus Cristo se casou?"


Resposta: Jesus Cristo definitivamente não se casou. Há mitos populares hoje que falam de Cristo se casando com Maria Madalena. Esse mito é completamente falso e não tem nenhuma base teológica, histórica ou bíblica. Embora alguns "evangelhos gnósticos" mencionem Jesus tendo um relacionamento próximo com Maria Madalena, nenhum deles declara especificamente que Jesus era casado com Maria Madalena ou que teve qualquer tipo de envolvimento romântico com ela. O mais perto que qualquer um desses evangelhos chega a dar essa impressão é quando um deles diz que Jesus beijou Maria Madalena, o que facilmente poderia ser uma referência a um “beijo amigável”. Além disto, até mesmo se os evangelhos gnósticos falassem diretamente que Jesus se casou com Maria Madalena, eles não teriam nenhuma autoridade, já que já tem sido provado que os evangelhos gnósticos são falsificações inventadas para criar uma visão gnóstica de Jesus.

Se Jesus tivesse se casado, a Bíblia nos teria dito – ou teria pelo menos um relato ambíguo sobre tal fato. As Escrituras não seriam completamente caladas sobre um assunto tão importante. A Bíblia menciona a mãe de Jesus, o pai adotivo, irmãos e irmãs. Por que deixaria de mencionar que Jesus tinha uma esposa? Aqueles que acreditam / ensinam que Jesus era casado, estão apenas fazendo isso como uma tentativa de "humanizá-lo", para fazer dEle um homem mais comum – como todo mundo. As pessoas simplesmente não querem acreditar que Jesus era Deus em carne (João 1:1,14; 10:30). Por isso, elas inventam e acreditam em mitos sobre Jesus se casando, tendo filhos e sendo um ser humano comum.

Uma pergunta secundária seria: "Jesus poderia ter se casado?" Não há nada pecaminoso sobre o casamento. Não há nada de errado em ter relações sexuais no casamento. Então, sim, Jesus poderia ter se casado e ainda ser o perfeito Cordeiro de Deus e o Salvador do mundo. Ao mesmo tempo, não há nenhuma razão, biblicamente falando, para Jesus ter se casado. Essa não é a questão desse debate. Aqueles que acreditam que Jesus era casado não acreditam que Ele não tinha nenhum pecado, ou que Ele era o Messias. Casar-se e ter filhos não foram o motivo por que Deus enviou Jesus. Marcos 10:45 nos diz por que Jesus veio: "Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos."
www.gotquestions.org

CLIQUE AQUI E ASSISTA UM VÍDEO SOBRE O ASSUNTO 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Caminho Estreito - Game RPG


O primeiro game cristão de RPG para computador!

DOWNLOAD GRATUITO

Versão 4.4 / Tamanho: 48.84 MB

SINOPSE

O game conta a história do jovem Cristão (inicialmente chamado Desesperado) que mora na Cidade da Condenação, mas foge de lá com medo das tropas da Lei, que querem entregá-lo ao tribunal da Ira do Todo-Poderoso.
Ele ouve falar de um local conhecido como Reino das Bem-Aventuranças, governado pelo Príncipe da Paz, o qual recebe pecadores. Então parte em viagem, mas encontra muitos desafios pela frente. Os emissários do Senhor das Sombras o espreitam a cada instante do caminho buscando uma forma de desencaminhá-lo ou fazê-lo desistir.
Armado com a Palavra de Deus e o escudo da fé, embarque nessa aventura incrível rumo à Cidade da Eterna Liberdade. Enfrente os argumentos de religiosos, místicos, descrentes e pluralistas, que farão de tudo para enganá-lo e tentar convencê-lo a abandonar a jornada. Prepare-se também para sofrer forte oposição de demônios, monstros, ladrões e do próprio Diabo.
"E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo."
Marcos 13:13
À pé, a cavalo, ou de barco, atravesse mares, florestas, desertos e campinas. No caminho, demonstre sua fé ajudando órfãos e viúvas em dificuldade, teste seu conhecimento bíblico, resista às tentações e anuncie o Evangelho às pessoas que encontrar.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

L-ton - Quem Luta Por Mim? (oficial)



Clipe oficial da música "Quem Luta por Mim?", faixa do disco "Próximo Nível" do rapper L-ton R.E.P

Adquira o cd em www.lojagospo.com.br
Itunes: http://migre.me/ay2fz
site oficial: www.gruporep.com.br
Siga: www.twitter.com/Lton_GB
like: www.facebook.com/LtonR.E.P

2012 - Gospel Beat - G-Hertz Muzik - Good Boyz Records
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Sublime inferioridade


Nos áureos tempos da Bíblia
Nos primórdios do cristianismo
Liçoes tão preciosas
Explanadas com dinamismo

Voz que clama no deserto
Eis João a proclamar
''Arrepende-vos raça de víboras
Para no reino de Deus entrar''

Se alimentava de mel silvestre
Sua vestimenta era de pelo
Sua missão: revelar a Cristo
Para o mundo conhecê-lo

Quando ouviu falar de Cristo
Demonstrou tanta humildade
''Que Ele cresça e eu diminua''
Isto é sublime inferioridade!

''Aquele que quiser ser servido, seja o primeiro a servir, pois a
humildade precede à honra, mas a soberba precede à queda.''


Alessandra Rocha, pastora da Esfera Missões em Cabo Frio - RJ , com sede na Ilha do Governador - Praia da Bandeira, 709

(Contatos: alessandrabhr@gmail.com / Cel 22 8842-3299)
Facebook -  facebook.com/alessandra.rocha.338
Blogs dos trabalhos sociais na Ilha do Governador/RJ em que participa:
arevah.blogspot.com.br / esferamissoes.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clipe da banda Delirious - Inside Outside(Legendado)




Por Dentro e Por Fora

Por dentro e por fora, debaixo da minha pele
Amor eterno eu não sei onde começa
Não sei onde termina, não sei qual a altura
Não sei a profundidade, não sei a largura
Por fora e por dentro, envolta do mundo
Amor eterno me envolve como uma nuvem
Te sinto à minha frente, sinto você atrás
Te sinto no lá em cima e te sinto ao meu lado

E Tu, tu me cercas totalmente, tu me cercas totalmente
Tua bandeira está sobre mim, eu entrego tudo pois...

Tu ainda me cativas, me fascinas
Tu ainda me cativas, me satura

Por dentro e por fora, me puxando
Não importa pra onde eu corra eu sei que nunca irás ceder
Eu te vejo na tempestade, te vejo em um beijo,
já passei pelo mundo todo e nunca encontrei um amor como esse

Tu me cercas totalmente, tu me cercas totalmente,
És tudo que eu quero ser
Eu te cerco totalmente, és tudo que eu quero ver
Tu me cercas totalmente

Tu ainda me cativas, me fascinas
Tu ainda me cativas, me saturas
Tu ainda me cativas, me libertas
Tu ainda me cativas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ed René Kivitz - Pai Nosso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A mulher com Fluxo de sangue - Lucas 8:43-48

E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos os seus haveres, e por nenhum pudera ser curada,
Chegando por detrás dele, tocou na orla do seu vestido, e logo estancou o fluxo do seu sangue.
E disse Jesus: Quem é que me tocou? E, negando todos, disse Pedro e os que estavam com ele: Mestre, a multidão te aperta e te oprime, e dizes: Quem é que me tocou?
E disse Jesus: Alguém me tocou, porque bem conheci que de mim saiu virtude.
Então, vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se tremendo e, prostrando-se ante ele, declarou-lhe diante de todo o povo a causa por que lhe havia tocado, e como logo sarara.
E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz.
(Lucas 8:43-48)

Esta belíssima passagem se encontra também narrada nos Evangelhos de Mateus(9:20-22), Marcos(5:25-34), e nos fala de uma mulher com um sofrimento profundo e prolongado, pois segundo os costumes hebráicos durante o período do fluxo menstrual toda mulher era considerada imunda, e tudo que ela tocasse se tornaria imundo, sendo separada até 7 dias após fim de seu fluxo para ser considerada limpa novamente(Levítico15:19-28). Mas mesmo sem tratamento eficaz pelos médicos da época, ela não se deixou abater e reuniu forças capazes de enfrentar todos os preconceitos, todas as idéias de descrença, e superando uma multidão foi em busca de sua cura, foi ao encontro de Cristo Jesus. Só que nos detalhou Lucas que ela não tocou de qualquer modo em Cristo, e sim na orla do vestido do Mestre, porque também segundo as tradições em todas as túnicas deveriam ter franjas na borda da veste com um cordão azul, para que todo aquele que vendo as franjas lembrem-se dos Mandamentos de Deus, e os cumpra(Números15:38-39). Mostrando que a mulher sofredora reencotrava na presença de Jesus a vida e o amor para com Deus, pois Cristo no Sermão do monte asseverou que não veio detruir a lei e os profetas mas cumprir(Mateus5:17), e que veio para que tenham vida, e vida em abundância(João10:10). Nos chama atenção, que apesar de estar em meio a uma multidão, Jesus sente um toque especial, e relata que dele saiu virtude, nos ensinando mais uma vez que a diferença entre todos que o procuravam era a fé, já que pelas curas maravilhosas que realizava por misericórdia , Ele era seguido por multidões, mas que a fé verdadeira é que propiciava os grandes milagres(como no caso do criado do centurião em Cafarnaum-Mateus8:5-10, entre tantos outros), e que por causa da incredulidade não pode fazer grandes maravilhas em Nazaré(Mateus13:58). E diversas vezes, ouvimo-lo na expressiva afirmação:-- ´´A tua fé te salvou``. Doentes de corpo e de alma, depois da cura, escutam a frase generosa. É que a força de vontade e a confiança do homem são forças poderosas para o desenvolvimento da fé verdadeira em Deus, religando o homem com o seu Criador. Por isso , irmãos, esforcemo-nos para atingirmos a mais pura e legítima fé em Cristo, porque Ele tudo pode! Amém!

Postado por Sergio Chaves - Em O HOMEM E SEU TEMPO Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...